terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Resenha #51 - Se Eu Fosse a Cinderela


Uma divertida confusão está para acontecer no mundo mágico da Cinderela, graças a Cinddy!


Ter um romance igual aos contos de fadas é o sonho de todas as meninas. Será mesmo?



Apesar de sua mãe ser apaixonada por conto de fadas, Cinddy não tinha nenhuma admiração por essas coisas de príncipes e princesas. Para ela, viver sem encontrar um príncipe era normal. Afinal de contas, ela era forte e independente.

Para piorar essa situação, seu nome foi totalmente inspirado no conto da Cinderela. Cinddy amava sua mãe, mas só de pensar na escolha de seu nome, já ficava com aquela pontada de insatisfação.

Certo dia Cinddy acorda em uma casa estranha, com uma mulher redonda a chamando pelo nome de Cinderela. Mesmo confusa, ela tenta explicar que aquilo tudo é um engano, e que na verdade ela era a Cinddy. Pensando que tinha sido sequestrada, decide sair em busca de ajuda. No caminho acaba se esbarrando em um belo rapaz, montado em um cavalo chamado Vitor. Mesmo sendo contra príncipes, não pode deixar de notar a beleza de Vitor e o quão legal ele parecia ser.


“Eu não tinha nada contra sonhar e tudo mais. Mas era contra essa história de realeza.”

Desesperada pra acordar, Cinddy decide voltar para a casa estranha. Quem sabe era esse o segredo pra acordar e sair desse sonho. Chegando lá, foi obrigada a fazer todos os serviços da casa, além de costurar para duas moças bonitas e chatas, que a tal mulher dizia ser suas irmãs.

Na sua cabeça, isso tudo não poderia ser real. Muitas meninas, inclusive sua mãe, dariam tudo para estar dentro de algum conto como o da Cinderela, e por ironia do destino quem estava vivendo esse sonho mágico era ela. Como isso é possível?

O jeito era entrar na onda e seguir com a vida de Cinderela até que acordasse. Mas o baile real estava se aproximando e de acordo com a história, Cinderela e o Príncipe se apaixonariam desde o primeiro encontro. Será que desse encontro Cinddy conseguiria escapar? Ou será que ela iria mesmo ao baile e dançaria junto com o belo príncipe? com certeza vocês precisam ler Se Eu Fosse a Cinderela pra descobrir!


“Nossa, eu estava mesmo ferrada. Como é que eu tinha virado a Cinderela de uma hora pra outra? Só podia ser coisa da minha mãe. Dela, e dessa sua mania de princesas.”



Em tempos de tecnologia e independência, muitas meninas não sonham mais com príncipes chegando em belos cavalos brancos, para viverem como em um conto de fadas. E para Cinddy isso está mais do que claro. De tanto implicar com a escolha de seu nome e fugir das histórias contadas por sua mãe, acaba viajando para o mundo da Cinderela, vivendo um pouco de sua vida com direito a uma madastra, irmãs, fada madrinha, príncipe e um baile real. Tudo o que ela nunca quis na vida.

E esse é o ponto chave da história e o que a deixou ainda mais divertida! O que você faria se estivesse no lugar da Cinderela? Seguiria tudo certinho conforme a história ou faria as suas próprias escolhas? Só posso dizer que adorei a escolha que Cinddy fez e as respostas dadas a sua "madastra" e "irmãs". Ela realmente não estava muito afim de nada daquilo. Mas um verdadeiro príncipe pode mudar a sua opinião sobre muitas coisas, não é verdade?

Apesar de curta, Se Eu Fosse a Cinderela é aquela história gostosa de se ler, com um diálogo bem elaborado e super divertido. Cinddy me conquistou desde as primeiras páginas, pela sua coragem e autenticidade. E com certeza vai conquistar você também! Livro mais do que recomendado!


Para conhecer um pouco mais sobre a autora e suas obras, acesse nossa página de autores parceiros (clicando aqui) e também o Skoob (clicando aqui).


E se você tem um projeto legal, uma história incrível e uma ótima imaginação, venha fazer parte do nosso grupo de Autores Parceiros! Conheça nossa Política de Parceria clicando aqui!



Ótima leitura!

9 comentários:

  1. Achei a historia bem divertida! Parece autêntica e gostosa de ler. Parece até uma leitura para uma criança, acho que se encaixaria melhor. Mas claro que quem tivesse lendo também iria se divertir bastante!

    ResponderExcluir
  2. Olá, uma pena que o livro tenha tão poucas paginas, adoro releituras de contos de fadas pois esse universo tem muito para ser explorado. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ju, eu achei a estória muito legal. Mesmo sendo curtinha, vejo que a narrativa não ficou a desejar. Gosto de contos de fadas e sei perfeitamente que também irei gostar deste. Quero saber quais foram as escolhas de Cinddy.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ju! Como vai?
    Se Eu Fosse a Cinderela parece ser aquela historinha que todos deveriam ler, em especial aqueles que gostam de um delicioso conto de fadas moderno. Adorei ver uma personagem que foge do príncipe encantado e do sonho de ser uma bela princesa. Amo este tipo de narrativa e logo o lerei.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Ju!
    Ganhei esse livro em um sorteio e ando ansiosa pela chegada dele.
    Gosto muito da Gi e pelo que relatou, a história além de linda, deve ser engraçada.
    Quero ler com toda certeza.
    “Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Gostei muito desse livro, realmente parece ser aquele tipo de historia legal de ler, leve, envolvente e muito divertida, achei interessante esse historia que a autora cria e com certeza se tiver oportunidade irei ler !!

    ResponderExcluir
  7. Achei bem interessante a ideia do livro porque gosto de um bom conto de fadas e esse ficou bem diferente. Parece divertido e um terror pra protagonista! Pelo menos por um tempo né.
    Mas a ideia é bem legal e pelo visto parece muito divertido de ler.
    Acho que se pegasse gostaria muito.

    ResponderExcluir
  8. Meu contos de fadas favorito sempre foi Cinderela, embora eu seja como a Cinddy, não sonhe nenhum um pouco com essa história de príncipe encantado. Gostei muito deste enredo e fiquei super curiosa para descobrir as escolhas de Cinddy. ótima resenha e indicação.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  9. Eu simplesmente amo as Princesas da Disney <3 e recontos nem se fala!
    Quero super ler!
    Pretendo ter muitos recontos na minha estante!

    ResponderExcluir

Gostou da postagem selecionada pela Valentina? Aproveite então para deixar o seu comentário com elogios, sugestões, opiniões e outros que desejar! Deixe o seu link também e se o comentário for bacana e sincero, com certeza Valentina e eu retribuiremos a visita! Continue navegando pelo blog e acesse mais conteúdos incríveis!

© Oh Querida Valentina - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Juliana Cristina.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo